quarta-feira, 25 de abril de 2018

A memória do tiroteio que acontecia na Rocinha, em setembro passado, no mesmo momento em que 120 mil pessoas se deslocavam em busca de som e paz no Rock in Rio inspirou o empresário Roberto Medina na criação de um palco para a próxima edição carioca de seu festival, que acontecerá entre os dias 4 e 13 de outubro de 2019. Na tarde de quarta-feira, em entrevista coletiva na Barra da Tijuca, ele deu os primeiros detalhes sobre o Espaço Favela — a primeira novidade a ser anunciada para o próximo Rock in Rio na cidade.

Com numa cenografia “grandiosa, lúdica e bem colorida”, conforme definido no press release do evento, o palco recriará o ambiente de uma favela e receberá, além de talentos da música, dança e teatro das comunidades, algumas atrações culinárias dos seus botequins.


— É o início de um grande movimento para resgatar a autoestima do carioca, uma forma de debater o que o poder público pode fazer pelas favelas — disse Medina, o presidente do Rock in Rio. — Não é a solução, é apenas um primeiro passo.


Fonte: O Globo
POR SILVIO ESSINGER

Nenhum comentário:

Postar um comentário